Entre o Vão e a Plataforma

Uma lição de Mário Pedrosa que sempre instigou minhas reflexões conceituais foi de que todo artista também tem que ser artesão, de preferência dos bons. Já se vão 80 anos desde que fez essa afirmação e, portanto, hoje, urge a pergunta: Seria verdadeiro afirmar que uma coisa depende da outra? Os artistas agrupados entorno dessa mostra trazem novas perspectivas quanto ao campo de ofício que apresentam tanto pela pluralidade de materiais quanto de meios sobre o fazer artístico, mas nem por isso deixam de lado suas respectivas artesanias desenvolvendo capacidades pelas mais variadas ferramentas de trabalho, desde um simples traço, aos sofisticados programas de computador, passando por tecnologias de baixo custo ou mesmo consagradas pela tradição como a pintura, o desenho, ou o bordado.
O que há entre uma coisa e outra, entre o artista e seu artesanato, eu arriscaria indicar que é um lapso entre o vão e a plataforma, um breve e perpétuo momento de reflexão que faz a diferença entre cair ou continuar. Para um artista, que tem o embate diário desse momento, uma irrisória pausa pode mudar tudo, assim como errar o compasso pode lançá-lo ao abismo. Ter o domínio de seus sonhos aliado ao de suas capacidades de fato pode proporcionar a ele segurança na travessia. Contudo, seria o único e o melhor caminho?
A resposta temos nessa mostra que reúne 10 artistas que seguem jornadas as mais variadas e que, diante da diversidade, se propuseram, personalissimamente, a dialogar com o desconhecido em bases que não exigissem mais que uma disposição afetuosa, ainda que envolta por habilidades técnicas requeridas no processo. As obras aqui reunidas falam de nossos dias, da multiplicidade de gêneros em todos os segmentos do pensar, do fazer e agir. Caberá ao expectador prestar atenção aos detalhes, às faturas, aos materiais, ao percurso expositivo para formar uma opinião. A conclusão, qualquer que seja, não será regra nem exceção, apenas estará neste lapso Entre o Vão e a Plataforma.

Curadoria
Osvaldo Carvalho

A exposição Entre o vão e a plataforma acontece na Galeria de Arte Solar no Solar Meninos de Luz e vai até o dia 25/08 com os artistas Angela Od, Caio Pacela, Fábia Schnoor, Jonas Esteves, Marco Cavalcanti, Manu Alves, Mayra Rodrigues, Rafael Mayer, Simone Rodrigues e Thainan Castro. Curadoria de Osvaldo Carvalho. Apoio Matilde Marie Pereira, Lê Lalim, Guilherme Maltaroli.


bursa escort bayan bursa escort bayan bursa escort bayan bursa escort bayan bursa escort bayan
istanbul escort bayan bayan escort escort istanbul escort kadıköy escort
sakarya escort istanbul bayan escort